Produção total de seguro direto cai 2% em 2023. MetLife cresce em contraciclo

A seguradora MetLife registou uma subida de 4% na produção de seguro direto em 2023, atingindo 116,04 milhões de euros, acima dos 111,7 milhões de euros alcançados em 2022, revelou hoje em comunicado. A seguradora registou um crescimento em contraciclo com o mercado. De acordo com os dados da ASF (provisórios), a produção total de seguro direto em Portugal diminuiu 2%, face a 2022, para cerca de 11,9 mil milhões de euros.

 

“O último ano foi desafiante para o setor dos seguros, e testou a nossa capacidade de inovar e, sobretudo, de escutar e dar respostas concretas às necessidades dos clientes,” afirma Oscar Herencia, diretor-geral da MetLife na Ibéria e vice-presidente para o Sul da Europa, citado em comunicado.

 

Por ramo, a MetLife conquistou cerca de 30 pontos base na quota de mercado de seguro de Vida, que se situa agora em 1,31%, com uma produção em 2023 de 81,9 milhões de euros. A empresa entrou para o Top15 das maiores seguradoras deste ramo. No segmento de Acidentes Pessoais (Ramo Não Vida), a MetLife reforçou a segunda posição no ranking, ao registar uma produção de 23,3 milhões de euros, alargando a sua vantagem para o concorrente mais próximo. A MetLife registou ainda um volume de produção de 10,7 milhões de euros em outros seguros e coberturas, uma subida de 15% face ao ano anterior.

MAIS:  50 Alunos do Ensino Básico Juntam-se à Jornada de Reflorestação da Dos Grados na Central Solar do Fundão

 

“Fizemos uma forte aposta no mercado português, no sentido de ter uma oferta mais personalizada, simples e flexível. O crescimento que registámos nos últimos anos reflete essa adequação da oferta e o investimento em digitalização e automatização de processos para simplificar a vida aos clientes, beneficiando igualmente a rede de agentes e parceiros”, diz Oscar Herencia.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.