Grupo Greenvolt instala painéis solares fotovoltaicos na Bondalti em Estarreja

O Grupo Greenvolt e a Bondalti celebram acordo para instalação de painéis solares

O Grupo Greenvolt, através da Greenvolt Next Portugal, estabeleceu um acordo com a Bondalti, líder na indústria química, para a instalação de mais de 24.720 painéis solares fotovoltaicos na unidade de Estarreja. Estes painéis terão uma capacidade instalada de 14 MWp e gerarão 21.049 MWh anualmente, suprindo parte das necessidades energéticas da unidade de produção industrial da Bondalti.

Projeto solar para autoconsumo reduzirá a dependência da rede elétrica

Este projeto solar de mais de 14 MWp para autoconsumo permitirá à Bondalti reduzir a dependência da rede elétrica, resultando numa importante economia na fatura energética.

Bondalti é líder de mercado e pretende acelerar o processo de transição energética

A Bondalti, empresa do Grupo José de Mello e líder de mercado na indústria química, celebrou este acordo com o Grupo Greenvolt para acelerar o processo de transição energética. A instalação dos painéis solares contribuirá para a redução da fatura energética da Bondalti, sendo esta uma grande consumidora de energia.

MAIS:  O sindicato apresenta uma denúncia criminal contra o Ministro da Administração Interna e o Primeiro-Ministro por "alegações difamatórias"

Greenvolt Next reforça o compromisso da Bondalti com a sustentabilidade

Através da Greenvolt Next, a Bondalti reforça o seu compromisso com a sustentabilidade ao evitar a emissão de quase 3.873 toneladas de CO2 por ano.

Instalação de painéis solares reduzirá a dependência da rede elétrica

A instalação dos painéis solares na unidade de Estarreja permitirá ao Grupo reduzir a dependência da rede elétrica nacional, passando a produzir parte das necessidades através de energia solar limpa. Esta medida resultará em uma redução expressiva de 3.873 toneladas nas emissões de CO2.

Energia solar para reduzir a pegada de carbono e a fatura energética

Luis Delgado, Administrador Executivo da Bondalti, destaca a importância de apostar na geração de energia a partir de fontes renováveis para reduzir a pegada de carbono e a fatura energética. João Manso Neto, CEO do Grupo Greenvolt, afirma que o acordo contribuirá para a descarbonização da economia, tanto pela poupança financeira como pelo benefício para o meio ambiente.