Presidente do Governo Regional da Madeira suspeito de corrupção e outros crimes

PRESIDENTE DO GOVERNO REGIONAL DA MADEIRA SUSPEITO DE CRIMES GRAVES

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, está sendo investigado pelo Ministério Público (MP) por suspeita de corrupção, prevaricação, abuso de poder e atentado contra o Estado de Direito, entre outros crimes. O despacho de indiciação do MP aponta que os factos podem configurar crimes como atentado contra o Estado de direito, prevaricação, corrupção passiva e ativa, entre outros. As investigações estão relacionadas a um suposto esquema de favorecimento de interesses e negócios imobiliários envolvendo o grupo hoteleiro Pestana e a sociedade Pestana CR7. Também há suspeitas de favorecimento na escolha da empresa vencedora de concursos públicos para um festival de jazz. A relação próxima e informal entre Miguel Albuquerque, Pedro Calado e Avelino Farinha também é mencionada pelo MP. O caso surgiu após denúncias anônimas e resultou na detenção do presidente da Câmara Municipal do Funchal, do líder do grupo AFA e do diretor executivo do grupo Socicorreia.

MAIS:  Keller Williams Portugal regista lucro de 56 milhões em 2023