O mercado ibérico arrecadou no ano passado 21 mil milhões de euros em vendas a retalho de vestuário

VENDAS A RETALHO NO SETOR DE VESTUÁRIO NA PENÍNSULA IBÉRICA ATINGIRAM OS 21 MIL MILHÕES DE EUROS NO ANO PASSADO

Crescimento significativo no mercado português

Segundo o Observatório Setorial DBK da Informa D&B, as vendas a retalho no setor de vestuário na Península Ibérica alcançaram os 21 mil milhões de euros no ano passado. O mercado português representou 3.850 milhões de euros, registrando um crescimento homólogo de 23,2%. Já o mercado espanhol registou vendas no valor de 17.150 milhões de euros, com um aumento de 14,3% em relação ao ano anterior.

Números abaixo dos níveis pré-pandemia

Apesar do crescimento registado em ambos os mercados, os números ainda ficaram abaixo dos níveis pré-pandemia. A redução do poder de compra das famílias, a inflação elevada e o aumento das taxas de juros levaram a um ritmo de crescimento mais lento no valor do mercado de distribuição de vestuário em Espanha e Portugal a curto prazo.

Perspetivas futuras

De acordo com a Informa D&B, estima-se um crescimento de 5,6% para os 22.170 milhões de euros no final de 2023, enquanto no ano seguinte é esperada uma variação próxima de 4%. O relatório também destaca que o número de lojas de vestuário e têxteis para o lar tem diminuído consistentemente, principalmente desde o início da pandemia de Covid-19.

MAIS:  Moody's deve manter classificação da dívida soberana portuguesa apesar da crise política