António Costa apresenta sua dimissão como Primeiro-Ministro de Portugal após investigação por corrupção

O primeiro-ministro português, António Costa, apresentou sua demissão nesta terça-feira, depois que o Ministério Público o incluiu em uma investigação por alegados crimes de prevaricação e corrupção relacionados com o setor do lítio e do hidrogénio verde.

“Fui surpreendido hoje ao saber que foi instaurado um processo criminal contra mim, estou totalmente disponível para colaborar com a Justiça em tudo o que for necessário para apurar toda a verdade, seja qual for a matéria”, disse Costa antes de anunciar que apresentou sua demissão ao presidente, Marcelo Rebelo de Sousa.

 

MAIS:  Emirados Árabes Unidos propõem via intermédia para redução de combustíveis fósseis na COP28

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.