Crédito ao consumo registra queda de 648,6 milhões de euros em agosto, aponta relatório

BANCO DE PORTUGAL DIVULGA EVOLUÇÃO DOS NOVOS CRÉDITOS AOS CONSUMIDORES

O Banco de Portugal divulgou a evolução dos novos créditos aos consumidores de agosto de 2023. O montante global de crédito ao consumo baixou 3,5% em termos homólogos para 648,6 milhões de euros, tendo registado uma subida de 4,6% face a julho.

CRÉDITO AUTOMÓVEL REGISTA MELHOR PERFORMANCE EM AGOSTO

O crédito automóvel é o que regista melhor performance em agosto, com variações positivas face a agosto de 2022 e em relação a julho, tanto para novos como para usados. No segmento do crédito automóvel, o montante contratado foi de 255 milhões de euros, um valor que representa mais 1,7% do que em julho e mais 5,4% do que em agosto de 2022.

MONTANTE DE NOVOS CRÉDITOS PESSOAIS SOBE EM AGOSTO

O montante de novos créditos pessoais subiu 6,7% em agosto face a julho para 287 milhões de euros. No entanto, o montante de novos créditos desceu face a agosto de 2022. O crédito pessoal ‘sem finalidade específica, lar, consolidado e outras finalidades’ foi de 274 milhões de euros em agosto (mais 6,9% face a julho e menos 11,3% do que em agosto de 2022).

MAIS:  Comissão para a igualdade no trabalho e no emprego atribui selo de igualdade salarial à MetLife

CRÉDITO PESSOAL PARA DIFERENTES FINALIDADES

Quando se olha para o crédito pessoal para ‘educação, saúde, energias renováveis e locação financeira de equipamento’ verifica-se uma subida de 3,1% face ao mês anterior e 7,3% face a agosto do ano anterior. O valor dos novos créditos para este fim foi de 12,3 milhões de euros.

AUMENTO DO CRÉDITO PARA COMPRA DE CARRO E DESCROBERTO BANCÁRIO

Já o crédito para a compra de carro aumentou em agosto 1,7% para 255 milhões e o crédito através de descoberto bancário e cartões aumentou num mês 6% num valor de 107 milhões de euros.

VALOR DO CRÉDITO AUTOMÓVEL AUMENTA

Há a destacar que, apesar de o valor do crédito automóvel ter aumentado, o número de contratos manteve-se face a julho em 17.136. O que significa que o valor dos automóveis comprados com recurso às várias modalidades de crédito automóvel subiu.