Berlim prevê queda de 0,4% no PIB alemão em 2023

Alemanha prevê queda no PIB em 2023 devido à crise energética

O governo alemão reconheceu que o Produto Interno Bruto (PIB) do país terá uma queda de 0,4% em 2023, devido à crise energética e à fraca situação internacional. No entanto, as previsões negativas dos principais institutos econômicos alemães foram moderadas.

Recuperação econômica esperada para os próximos anos

Berlim prevê que o PIB comece a se recuperar em 2024, com um crescimento de 1,3%. A recuperação deve continuar em 2025, com uma projeção de aumento de 1,5%.

Contraponto às perspectivas anteriores do governo

Essas previsões do governo são piores do que as estimativas feitas anteriormente, quando se acreditava que o PIB aumentaria em 2023, com um crescimento de 0,4%.

Principais institutos preveem queda de 0,6% este ano

Os principais institutos econômicos do país projetam uma queda de 0,6% no PIB para este ano, devido aos efeitos da crise dos preços da energia e da fraqueza econômica global.

Efeitos da crise energética e fraqueza econômica global

Segundo o Ministério da Economia, os efeitos da crise dos preços da energia juntamente com a fraqueza econômica global estão colocando a economia alemã sob uma pressão maior do que o esperado, o que está atrasando a recuperação econômica.

MAIS:  João Galamba: "O país enfrenta uma grande dificuldade em atrair indústrias e investimentos de grande valor agregado"

Fatores externos dificultam a recuperação econômica

O ministro da Economia alemão destacou que dificuldades econômicas estão sendo causadas pela crise dos preços da energia, pela necessidade do Banco Central Europeu (BCE) de combater a inflação e pelo enfraquecimento de importantes parceiros econômicos mundiais. Também há fontes geopolíticas de conflito que aumentam a incerteza.

Expectativas do governo para inflação e mercado de trabalho

O governo alemão espera que a inflação diminua nos próximos anos, com projeções de 2,6% em 2024 e 2% em 2025. Além disso, descreve o mercado de trabalho como “robusto”.

Previsões para evolução do PIB

Os indicadores econômicos atuais sugerem uma evolução fraca do PIB no terceiro trimestre de 2023. No entanto, o governo alemão projeta que haverá uma recuperação até o final do ano e uma aceleração do desenvolvimento econômico.

Consumo privado como impulso de crescimento

O governo alemão acredita que o consumo privado impulsionará o crescimento, já que acredita que as perdas de poder de compra das famílias relacionadas à inflação estão sendo superadas.

MAIS:  Air France-KLM investe 4,7 milhões de dólares na empresa de combustível de aviação sustentável